Como reduzir custos no supermercado
Confira 5 dicas para reduzir custos no supermercado

Para alcançar bons resultados no varejo, não basta somente pensar em como fazer o supermercado crescer. Para ter um fluxo de caixa equilibrado, é necessário também desenvolver estratégias eficientes para reduzir custos no supermercado.

Neste artigo, veja 5 dicas que podem ajudar você a reduzir os seus gastos e melhorar a gestão financeira do seu supermercado. Confira!

Dica 1 – Estabeleça metas para reduzir os custos no supermercado

Quando quantificamos os nossos objetivos, fica muito mais fácil e rápido alcançá-los. Isso vale para tudo, inclusive para reduzir os gastos no seu supermercado.

Para isso, elabore um planejamento contemplando todas as áreas do seu negócio. Isso é importante para conhecer todos os custos, afinal, mesmo que o objetivo seja economizar, não se pode sair cortando gastos aleatoriamente. Primeiro, é necessário entender quais os custos que podem ser cortados e quais os que são importantes para gerar resultados para o supermercado.

Envolva a sua equipe nesse planejamento. Para que a sua estratégia tenha sucesso, é fundamental que todos estejam engajados no projeto para reduzir custos no supermercado e que sintam que podem colaborar.

Dica 2 – Faça uma análise do giro do seu estoque

Produtos de baixo giro no estoque prejudicam o seu fluxo de caixa. Eles representam dinheiro parado, que poderia ter sido aplicado em outras ações mais eficazes para o negócio, como algum investimento em mídias sociais, por exemplo.

Às vezes alguns estoques não giram por baixa demanda mesmo. No entanto, pode ser que alguns produtos não estejam sendo bem trabalhados. Talvez o consumidor não conheça bem a marca, ou é possível que os itens parados tenham sido comprados em demasia. Nessas ocasiões, fazer promoções no supermercado é uma boa forma de dar visibilidade a esses produtos e evitar perdas com o baixo giro.

Dica 3 – Avalie o seu relacionamento com os fornecedores

Outro ponto importante a avaliar para reduzir custos é o seu relacionamento com os fornecedores.

Como são as condições de negociação? Eles oferecem diferenciais interessantes para o seu negócio? Será que você conseguiria encontrar fornecedores com preços menores sem sacrificar a qualidade e os prazos de entrega dos produtos? Todos esses pontos devem ser avaliados criteriosamente, para que você possa tomar as melhores decisões sobre os seus parceiros comerciais.

Analise também os acordos comerciais que você tem com os seus fornecedores. Receber descontos ou bonificações mediante determinado volume comprado é muito importante. Isso reduzirá o custo das suas mercadorias, o que aumentará a margem de lucro das vendas.

Dica 4 – Analise o funcionamento da sua estrutura física

Muitas vezes, não são só os aspectos voltados à atividade (como má gestão de estoques e negociações com fornecedores) que provocam perdas financeiras. A própria estrutura física do negócio pode estar gerando gastos que não são percebidos.

Consumo alto de energia causado por lâmpadas inadequadas, desperdício de material de limpeza, perda de produtos perecíveis (como hortifrútis) por má conservação, são alguns exemplos de “gastos invisíveis” que fazem toda a diferença nas finanças.

Às vezes, também é necessário investimentos mais altos para controlar esses gastos. Equipamentos mais novos que consumam menos energia (como climatizadores e compressores das câmaras frias) devem substituir os mais antigos periodicamente. O maior investimento inicial acabará sendo compensado pela redução dos gastos que você terá nos meses seguintes.

Dica 5 – Invista na prevenção de perdas

Nossa última dica é um alerta sobre a importância da prevenção de perdas no supermercado. Agir de forma preventiva é uma das melhores formas de evitar prejuízos para o seu negócio.

Pode parecer óbvio, mas atuar na prevenção de perdas não é uma tarefa nada fácil. Isso porque o processo necessita da conscientização e do envolvimento de toda a equipe para que tenha resultado.

Essas perdas podem ser identificadas (como produtos vencidos ou deteriorados por falta de cuidado) ou não identificadas (como furtos ou desvios). Além do treinamento de funcionários, outras ações auxiliam no combate a essas perdas, como uma gestão de estoques eficiente e investimento em segurança, como câmeras distribuídas em pontos estratégicos do supermercado.

Gostou de nossas dicas? Que outras ações você adota para reduzir os custos do seu negócio? Conte para nós e acesse o nosso site para conhecer nosso portfólio completo para o seu supermercado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *