Reunião para fazer o plano de negócios para o supermercado.
Como fazer um plano de negócios para montar um supermercado

Se você está pensando em montar um supermercado, é necessário que, antes de tudo, elabore um bom plano de negócios.

Segundo pesquisa realizada pelo SEBRAE com 1.846 sócios e ex-sócios de empresas, 24% dos negócios fecham antes de completarem dois anos de existência. No entanto, esse percentual pode chegar a 50% entre as empresas com menos de quatro anos.

Um dos três motivos apontados na pesquisa como causa do insucesso das empresas é a falta de planejamento. De acordo com os dados, 55% dos empreendedores não elaboraram um plano de negócios, 46% não conheciam os hábitos de consumo dos clientes e 39% não sabiam qual o capital de giro necessário para abrir a empresa.

E o que é um plano de negócios?

Como o próprio nome diz, é o documento no qual constará todo o seu planejamento em detalhes. Localização do negócio, perfil de clientes, mix de produtos, capital investido, fluxo de caixa projetado, número de funcionários, enfim, toda a fotografia do projeto deve constar no plano de negócios.

E como fazer esse planejamento?

A seguir, listamos seis pontos fundamentais para que você possa elaborar um plano de negócios para o supermercado:

1 – Conhecer o mercado

Isso parece óbvio, mas saiba que não conhecer bem o mercado de atuação é uma das principais causas do fechamento das empresas.

Você sabe como funciona o varejo? Que diferencial o seu negócio irá oferecer? Como fará para oferecer esses diferenciais?

Tenha em mente que o cliente deverá ter algum motivo especial para comprar de você ao invés de escolher a concorrência. Seja pelo preço, qualidade, forma de atendimento, facilidade de entrega, ou qualquer outro atrativo, o importante é que você defina os seus diferenciais e os desenvolva.

Essas são algumas das questões básicas a serem respondidas para que você conheça o negócio no qual deseja atuar.

2 – Estudar os participantes do mercado

Uma vez conhecido o mercado, é hora de analisar o comportamento de seus participantes.

Quais seriam os potenciais clientes do seu supermercado? Quem seriam os fornecedores, e como são feitas as negociações com eles? Quem são os seus concorrentes, e como anda o seu desempenho?

Nesse sentido, pesquisas de campo, visitas à concorrência e participação em feiras de negócios são algumas das formas de obter essas informações.

3 – Definir como será a operação

O próximo passo é planejar os detalhes operacionais do empreendimento. Definir o tamanho da estrutura, procurar o melhor local para as instalações, pensar nos equipamentos e quantidade de funcionários, tudo isso faz parte do planejamento operacional.

4 – Fazer um planejamento financeiro

Como vimos, outra grande falha de muitos empreendedores é não dimensionar corretamente o capital de giro necessário para o empreendimento na fase inicial.

Além de saber qual o investimento na estrutura, você precisa também projetar quanto precisará para o giro do negócio. Isso é ainda mais importante nos primeiros meses, nos quais o supermercado ainda não é conhecido. Logo, é importante prever períodos de vendas baixas.

É importante também relacionar todos os custos da operação. Somente dessa forma você conseguirá elaborar um fluxo de caixa para o supermercado.

5 – Fazer um planejamento de marketing

O plano de marketing é uma peça muito importante dentro do planejamento estratégico. É aqui que você vai definir como o seu negócio será conhecido.

Você terá um site? Ou fará toda a divulgação pelas redes sociais do supermercado? Em ambos os casos, quem cuidará do conteúdo e com que frequência ele será postado? Embora possa parecer simples, cuidar da divulgação da sua marca é uma tarefa que demanda tempo e profissionalismo, pois você precisa ser muito assertivo em relação ao público que deseja atingir.

E o WhatsApp Business, você já conhece? Sabia que, além de divulgar a sua marca, ele também serve para promover as suas vendas? Todas essas questões fazem parte do plano de marketing que você precisa desenvolver.

6 – Avaliar e revisar o plano periodicamente

Por fim, depois de concluído, é fundamental que você avalie cada item do planejamento antes de colocá-lo em prática. E lembre-se que, de tempos em tempos, o planejamento deve ser revisado. Afinal, novidades surgem o tempo todo e, com elas, mudam também os hábitos e necessidades de consumo.

Gostou de nossas dicas? Continue acompanhando o nosso blog e siga as nossas redes sociais para mais conteúdos como este!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *